sábado, 18 de agosto de 2012

Martha Medeiros

Desaprender para aprender. Deletar para escrever em cima. Houve um tempo em que eu
pensava  que, para isso ,seria preciso nascer de novo , mas hoje sei que dá pra renascer
várias vezes nesta mesma vida .Basta desaprender o receio de mudar .


10 comentários:

  1. Dani, para reescrever o escrito só é preciso a ousadia de apagar... É assim! Ser feliz é uma questão de escolha, ou melhor: de coragem. É preciso ter a coragem de tentar, de recomeçar...de se entregar.
    Vejo-me em cada palavra sua... e mesmo nos meus silêncios...sempre passeio por aqui.

    Você escreve muito, menina!

    Um beijo e fique bem

    ResponderExcluir
  2. eu tb aprendi isso, e foi muito bom...
    da pra viver de varias formas, basta reaprender a viver... e buscar ser feliz sempre.

    ResponderExcluir
  3. Caraca velho, lindo lindo...

    A gente faz tempestade em copo d´agua as vezes, mas depois que passa, parece que foi a coisa mais boba do mundo, dá sim pra viver feliz de novo, da pra escrever em cima, dá pra desenhar um sol bem amarelo em cima daquela nuvem negra.

    Beijo querida, fico feliz por ter lido o final do meu conto, logo logo posto outro.

    ResponderExcluir
  4. é difícil, mas tem vezes que renascer é a solução, deixar o passado de lado e tentar mudar é preciso,

    gostei das frases, e do texto :)

    belo post

    ResponderExcluir
  5. Dani, cade vc?

    Beijo e um feliz dia das crianças.

    ResponderExcluir
  6. Crescer e mudar são exigências da vida. Abraços

    ResponderExcluir
  7. Dani você sumiu... Cadê você?!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Daniela,

    Boa tarde! Hoje, estou aqui para pedir seu apoio.
    25 de novembro. Poucos têm conhecimento da importância dessa data.
    Por favor, tire cinco minutos apenas e abrace essa causa! Visite meu espaço e deixe sua solidariedade.
    Por uma vida sem violência! Temos nossas palavras, vamos usá-las juntos!

    http://camillacris.blogspot.com.br/2012/11/a-mulher-que-colecionava-naos.html

    Obrigada!
    Camila Gomes

    ResponderExcluir